Em 19 de maio de 2018 teremos o Encontro Literário do IJPR!

 

Venha participar!

 

Desde 2013, o IJPR, oferece a todos os seus membros, analistas candidatos e alguns convidados do público em geral, o Encontro Literário.

É um encontro, com duração de 2 horas, no qual discute-se uma obra literária, previamente lida pelos participantes. Uma oportunidade de leitura e de aprofundamento desta através do compartilhar de idéias e reflexões.

Até o presente momento foram lidos os livros para os seguintes Encontros Literários:

  • 09/11/2013 – Discussão do livro: A Humilhação de Philip Roth
  • 18/10/2014 – Discussão do livro: Felicidade Conjugal de Lev Tolstói
  • 16/05/2015 – Discussão do livro: O Vermelho e o Negro de Stendhal
  • 31/10/2015 – Discussão do livro: Cem anos de solidão de Gabriel Garcia Marquez
  • 13/05/2017 – Discussão do livro: Os Infinitos de John Banville
  • 21/10/2017 – Discussão do livro: O Mar de John Banville

Gostaríamos de convidá-los a participar do próximo Encontro Literário, que acontecerá no dia 19 de maio de 2018, um sábado, no horário das 14:00h às 16:00h, no Capte/IJPR.

Neste Encontro será discutida a leitura do livro A Morte do Pai de Karl Ove Knausgard, editora Companhia das Letras, tradução de Leonardo Pinto Silva.

O Encontro não tem valor de inscrição e não requer inscrição prévia.

Apresentação do livro pela editora:

No primeiro volume da prestigiosa série que lhe rendeu fama mundial, Karl Ove Knausgard investiga sua própria juventude.

“Uma noite de ano-novo e rebeldia, regada a cervejas vedadas aos menores, um amasso nauseante na primeira namorada, um show fracassado com a banda de punk no shopping center – em A morte do pai, primeiro romance da série autobiográfica Minha Luta, Karl Ove Knausgard se concentra em narrar os anos de sua juventude.
Ao embarcar numa investigação proustiana e incansável do próprio passado, o narrador busca reconstruir, sobretudo, a trajetória do pai, figura distante e insondável que entra em declínio e leva o núcleo familiar à ruína. Honesto e sensível, Knausgard investiga também o próprio presente: aos 39 anos, pai de três filhos, ele deve se ajustar à rotina em família, trocar fraldas e apartar brigas, tudo isso enquanto tenta escrever seu novo romance, numa luta diária.

Com A morte do pai, Knausgard inaugura um projeto monumental e ambicioso, que logo se tornou best-seller na Noruega e fenômeno literário internacional. São seis volumes híbridos entre a ficção e a memória, em que o autor explora, com pleno domínio da atividade narrativa, as possibilidades da ficção contemporânea”.

O autor, Karl Ove Knausgard, nasceu em Oslo em 1968 e é considerado o mais importante escritor norueguês de sua geração. É autor de Ute av Verden [Fora do mundo], que venceu o Prêmio da Crítica na Noruega em 1998, En Tid for Alt [Tudo tem seu tempo], eleito um dos 25 melhores romances noruegueses de todos os tempos, e da série Minha Luta, iniciada por A morte do pai (Companhia das Letras, 2013).

Kanusgård vive hoje em Malmö, na Suécia.

Aguardamos você!

Diretoria de cursos livres do IJPR Gustav Olofsson Womens Jersey

at ut felis Sed lectus commodo